Tudo o que você precisa saber sobre OLHEIRAS!

Quem já fez receitas caseiras ou usou cremes que se diziam “milagrosos” para acabar com as olheiras e o resultado não foi nada animador?
Sempre que recebo pacientes com esse tipo de queixa em meu consultório, o primeiro passo é identificar a causa:
Olheira profunda ou estrutural – ocorre por falta de tecido na região, formando uma sombra que deixa o aspecto de “olhos fundos”. Geralmente é de causa genética ou agravada pela perda de peso e pelo envelhecimento. O tratamento mais adequado para esses casos é o preenchimento com ácido hialurônico, que corrige a depressão na goteira lacrimal e deixa com aspecto bem natural.

Olheira com componente vascular ocorre por um aumento dos vasos sanguíneos desta região ou quando a pele é muito fina e clara e os vasos são vistos por transparência. O tratamento mais indicado são lasers ou luz intensa pulsada, que atingem os vasos.

Olheira com componente pigmentar –ocorre por deposição de melanina na pele. Tem também tendência genética e é mais frequente em pacientes de pele morena. O tratamento pode ser feito com cremes clareadores, peelings seriados, luz intensa pulsada, MMP com substâncias clareadoras e se houver flacidez da pele pode ser realizado laser de CO2.

Olheira mista –é uma combinação de alterações estruturais, vasculares e pigmentares. Nesses casos a combinação de tratamentos é a melhor opção.

Após identificar a causa, faremos o tratamento mais adequado! #fernandacacaodermato

#dermatologistadeverdade #olheiras#preenchimento #acidohialuronico #laser#luzintensapulsada #mmp #dermato