Desafio do dia: Tratamento de quelóides!

Quelóides são lesões endurecidas e avermelhadas que surgem sobre uma cicatriz cirúrgica, ferimento ou queimadura. Podem doer e coçar, além do prejuízo estético. Qualquer área do corpo pode ser afetada, como orelhas, ombros, mama, cicatriz de cesárea, etc.

O tratamento do quelóide é um desafio para o dermatologista. Na minha prática diária divido o tratamento em 2 partes. Na primeira parte utilizo uma solução injetável na própria lesão, com o intuito de diminuir seu relevo, torná-la plana. Posteriormente, quando a lesão já estiver plana (o que pode ocorrer após uma ou várias sessões de infiltração) vamos ao tratamento da mancha restante, através do laser mais adequado para cada tipo de pele.

É muito importante ter em mente que restará uma cicatriz no local, o objetivo é torná-la melhor. Sempre evitamos fazer uma cirurgia para retirar o quelóide, pois o índice de recidiva é quase 100%! A cirurgia é reservada para casos muito excepcionais e não faz parte da nossa rotina no tratamento dos quelóides.

E fique esperto se alguma cicatriz crescer e endurecer: pode ser um quelóide! O tratamento precoce pode evitar maiores transtornos, e o profissional mais capacitado para isto é o dermatologista.