Dermatite de Fraldas

A dermatite de fraldas é uma das doenças de pele mais comuns entre as crianças nos primeiros meses e anos de vida. A pele desta região coberta pela fralda é exposta à fricção e hidratação excessiva, tem um pH maior do que a pele não coberta, e tem contato frequente com as fezes, que contém enzimas com um elevado potencial de irritação para a pele. A combinação destes fatores resulta, frequentemente, em lesões de pele que podem ser irritantes e dolorosas para a criança.

Alterações comportamentais como choro e agitação, mudanças na aceitação alimentar e no padrão de sono indicam sofrimento emocional.

Cuidados adequados com a pele dos pequenos podem ajudar a prevenir a ocorrência de Dermatite de Fraldas e acelerar a cicatrização da pele afetada. Isso inclui mudanças freqüentes de fraldas, limpeza suave e efetiva, e o uso de um creme de barreira. Casos leves a moderados geralmente desaparecem depois de alguns dias seguindo essa rotina. Mas é importante evitar o uso de produtos de higiene muito fortes, como lenços umedecidos com álcool e perfumes, que podem exacerbar a dermatite.