Melasma

Melasma é uma lesão de pele extremamente frequente no nosso meio.
Mais comum em mulheres, ele se caracteriza pelo surgimento de manchas escuras ou acastanhadas na face, principalmente nas maçãs do rosto, na testa, nariz e sobre o lábio superior.

É comum nos referirmos ao melasma com as “manchas das gravidez”, mas existem muitos fatores envolvidos no surgimento do melasma, como genética, fatores raciais e hormonais. É evidente também a relação de surgimento e de piora do melasma com o sol. Muitas pessoas percebem a mancha após as férias na praia, ou após o verão.

O primeiro passo para o tratamento é o uso de protetores solares, de preferência filtros com cor, que bloqueiam também a luz visível.
O uso de cremes despigmentantes deve ser sempre supervisionado pelo dermatologista, pois existe o risco de efeitos adversos.
Quando o pigmento se localiza mais profundamente na pele, o clareamento é mais difícil e exige persistência para obter um bom resultado.

Podem ser realizados peelings e mais recentemente alguns lasers tem mostrado efetividade como coadjuvantes no tratamento do melasma.
Meu conselho para quem tem melasma é o seguinte: INSISTA, PERSISTA E NÃO DESISTA! Algumas vezes a melhora é demorada, mas desistir do tratamento é sempre a pior opção!