Queda de cabelo x perda de cabelo

Você tem queda de cabelo ou perda de cabelo?

Se você estiver notando mais fios de cabelo do que o normal em seu travesseiro ou escova de cabelo, você tem queda de cabelo.
É normal perder entre 50 e 100 fios por dia. Quando o corpo elimina significativamente mais fios todos os dias, a pessoa tem uma queda de cabelo excessiva. O termo médico para esta condição é eflúvio telógeno.
O eflúvio telógeno é comum em pessoas que passaram por situações de estresse, como:
– Perda de peso
– Parto
– Estresse emocional
– Febre alta
– Cirurgia
– Qualquer doença, especialmente se apresentou febre alta
– Se parou de tomar pílulas anticoncepcionais

A maioria das pessoas nota a queda de cabelo excessiva somente alguns meses depois do evento estressante. Por exemplo, uma nova mãe vai notar o início da queda de cabelo cerca de dois meses após o parto, e o pico da queda cerca de quatro meses após o parto. Esta queda é normal – e temporária.

Algum tempo após o evento estressante, o corpo se reequilibra, e a queda excessiva cessa. Dentro de 6 a 9 meses, o cabelo tende a recuperar a sua plenitude.

Se o evento desencadeante não for resolvido, no entanto, a queda de cabelo pode ser de longa duração. Pessoas que estão constantemente sob estresse físico (doenças) ou emocional podem ter eflúvio telógeno a longo prazo.

A perda de cabelo é mais do que a queda dos fios. A perda de cabelo ocorre quando algo interrompe o crescimento do cabelo. O termo médico para esta condição é eflúvio anágeno. As causas mais comuns de perda de cabelo incluem:
– Perda de cabelo hereditária
– Alterações do sistema imunológico
– Alguns medicamentos e tratamentos
– Penteados que tracionam exageradamente os fios de cabelo
– Produtos inadequados para o cabelo
– Compulsão para arrancar os fios de cabelo

Se você tem perda de cabelo, o cabelo não vai crescer até que a causa seja resolvida. Por exemplo: as pessoas que se submetem a tratamentos de quimioterapia ou radioterapia, muitas vezes perdem muito cabelo. Quando o tratamento é interrompido, o cabelo tende a crescer novamente. Se você suspeitar que um tratamento ou medicamento está causando a sua perda de cabelo, converse com seu médico. Não interrompa seu tratamento sem falar com seu médico, pois isso pode causar danos à sua saúde.

Outras causas de perda de cabelo podem necessitar de tratamento. A alopecia genética é uma delas. Uma mulher que herda os genes para a perda de cabelo hereditária pode notar gradual afinamento dos fios difusamente em todo o couro cabeludo. Homens que tem perda de cabelo hereditária tendem a desenvolver uma calvície que começa no centro do couro cabeludo e na região da testa – as ´entradas`.

O tratamento ajuda muitas pessoas que têm perda de cabelo, mas não todas. Alguns casos são irreversíveis, ou não apresentam melhora com o tratamento. Um dermatologista pode dizer-lhe o que esperar.

Se você está preocupado com a queda de cabelo, você não precisa sofrer em silêncio. Você pode recorrer a um dermatologista para obter ajuda. Ele é o médico especializado em diagnóstico e tratamento da pele, cabelo e unhas. Um dermatologista pode dizer se você tem perda de cabelo ou queda de cabelo excessiva. Algumas pessoas tem ambas.

A dermatologista também pode encontrar a causa ou causas e dizer o que você pode esperar. Opções de tratamentos eficazes estão disponíveis para muitos tipos de perda de cabelo. Quanto mais cedo começar o tratamento, melhor o prognóstico.

Fonte: Academia Americana de Dermatologia